Passos para a coleta de solo para análise

Pequeno histórico dos fertilizantes
7 de maio de 2017

Quisque justo augue ut urna eu eros. Sed id elit tincidunt et, fermentum vel, wisi.

 

1 Escolha do material: Serão usados um recipiente limpo (pode ser um balde), e um trado, ou enxadão. Serão necessários sacos plásticos próprios para análise de solos (para as amostras já identificadas seguirem até os laboratórios).

2 Definir e identificar cada talhão homogêneo (áreas de mesmo relevo, cor de solo, histórico de uso, etc). Nesse ensaio o talhão escolhido será dividido em dois (um para o adubo Solorrico outro para o adubo do produtor), e cada parte deve ter sua terra analisada separadamente (a adubação será a mais apropriada possível, a adubação ideal). Na divisão do talhão deve-se lembrar de respeitar as linhas de plantio do produtor (que servem de referência para a divisão do talhão).

3 Retirar 20 a 30 amostras simples por talhão, caminhando em zig-zag sobre toda área, retirando-as na entre linha da lavoura anterior. Deve-se evitar a amostragem próximo a formigueiros, cupinzeiros, antigas estradas, restos de construção e depósitos de calcário.

4 Misturar bem as 20 ou 30 amostras simples em um recipiente limpo (balde, saco plástico, etc), retirando uma amostra de 500 g e descartar o resto de solo. Esta amostra deve ser seca à sombra, colocada em saco plástico com identificação (data, talhão, nome da propriedade e proprietário) e enviada para laboratório de análise. Devem ser escolhidos laboratório reconhecidos na região, de preferência com selos de qualidade.

5 Fazer análise de fertilidade (pH, Al, Ca, Mg, K, P, H + Al, CTC, S, B, Zn, Cu, Mn e matéria orgânica) e textura (necessária onde se usou o Mehlich-1, mas pode-se usar uma que o fazendeiro já tem).

6 Enviar os resultados das análises para a Matriz da Solorrico, aos cuidados de Marcelo Rolim, e os comprovantes de custos das amostragens e análises aos cuidados de Luci Morais.

„Na divisão do talhão deve-se lembrar de respeitar as linhas de plantio do produtor (que servem de referência para a divisão do talhão).”

 

Exemplo de caminhamento em zig-zag dentro do talhão (já dividido em duas áreas) para coleta das amostras simples (no final teremos duas amostras de solo para cada talhão):.

Coleta do talhão em zig-zag na Área 1 Coleta do talhão em zig-zag na Área 2

O que se deseja é usar dois talhões (ou partes de talhão) com mesma fertilidade e/ou potencial produtivo. Áreas onde existe grande inclinação do terreno pode haver grande variações de fertilidade e potencial produtivo. Nessas áreas deve-se dividir mais ainda a área, fazendo um maior número de análises (por exemplo, pode-se tirar uma amostra da parte alta onde será usado o adubo da Solorrico, outra da parte baixa, uma da parte alta do adubo da concorrente, outra da parte baixa, num total de quatro amostras).